Cristalina

Contato: (61) 3612-4622 / 9 8529-6967 

  • Facebook ícone social
  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram

Entrevista | Candidato a Deputado Federal advogado Castelo Branco

As eleições deste ano o primeiro voto será para deputado federal. Candidato ao cargo de Deputado Federal nestas eleições, o advogado Castelo Branco afirma que trabalhará para dar segurança para os produtores rurais com uma ampla reformulação do Estatuto do Desarmamento e aos policiais que agirem em legítima defesa a proteção jurídica do Estado e ainda que trabalhará para o fim da progressão de penas e as saídas temporárias

 

Foto: O advogado Castelo Branco foi Procurador Geral do

Município, diplomado suplente de vereador em 2012 e

candidato a Prefeito de Cristalina pelo Partido Verde em 2016

 

JCC - Este ano o senhor é candidato a deputado federal? Quais as atribuições deste cargo?

 

CB - Os deputados federais são os representantes do povo na esfera federal e a sua atribuição principal é fazer leis de abrangência nacional e fiscalizar os atos do presidente da República. Além de outras atribuições, os Deputados Federais apresentam projetos de lei, emendas à Constituição e podem criar CPI's, além de discutir e votar medidas provisórias editadas pelo Presidente da República. Como se vê, são questões complexas e que demandam atenção e competência e eu conheço bem as leis, sou advogado há quase 25 anos e dediquei minha vida profissional a defender os direitos das pessoas. Sei bem o que fazer no Congresso Nacional.

 

JCC - A possibilidade é de mudanças no cenário político nacional. Qual a sua opinião sobre as eleições deste ano?

 

CB - A mudança no país começa pelo voto. Somente o eleitor consciente pode reverter a situação delicada que o país enfrenta, com caos na saúde, segurança pública, corrupção desenfreada, altos impostos e falta de políticas públicas em todos os setores. Quem paga o preço da corrupção no final das contas é a população, a classe mais baixa, mais desfavorecida. Nestas eleições temos a chance de eleger o novo candidato e não votar mais naqueles que já estão no poder e nada fizeram pela população. Precisamos tentar fazer o máximo de renovação dentro do Congresso Nacional e a responsabilidade da mudança é nossa, pelo voto.

 

JCC - E quais as principais propostas que está levando à população?

 

CB - Estou distribuindo nossos panfletos onde listo as principais propostas e dentre elas destaco que vou lutar por uma REFORMA POLÍTICA E ELEITORAL para garantir sempre a renovação de deputados e senadores e vou promover um amplo combate contra a corrupção, com o projeto defendido por procuradores que atuam na Operação Lava Jato. Além disso é imprescindível a proteção jurídica do Estado para policiais que agirem em legítima defesa e vou trabalhar para isso no Congresso Nacional. Além disso, aqui precisamos dar segurança para os produtores rurais com uma ampla reformulação do Estatuto do Desarmamento e vou tratar disso com afinco, bem como buscar uma alteração na lei penal para acabar com a progressão de penas e as saídas temporárias. Vou trabalhar pela ampliação e rapidez para programas da CASA PRÓPRIA e obras de infraestrutura e saneamento básico, pois a construção civil gera milhares de empregos e vou lutar pelo reinício das obras públicas que estão paradas pelas mais diversas razões burocráticas para gerar emprego e renda para a população. Vou defender com ênfase o SAÚDE DA FAMÍLIA como um pilar da consolidação do SUS e lutar pela valorização dos profissionais de saúde e educação, com direito a carreira digna e valorizada no sistema público e trabalhar para ampliar a oferta de educação infantil. Tudo isso sem deixar de lutar fortemente para VALORIZAR A JUVENTUDE e lutar pela ampliação de cursos e vagas nas universidades públicas federais e mais cursos técnicos federais e o Primeiro Emprego.

 

JCC - Qual a mensagem à população da nossa cidade que o senhor gostaria de passar?

 

CB - Estamos numa coligação onde a eleição é viável e possível. Com 20 mil votos posso ser o mais votado na minha coligação e, atingido o coeficiente eleitoral, serei eleito. É possível e factível que aconteça. Firmo meu compromisso com a democracia no Brasil, pois a democracia é importante porque permite que a sociedade possa evoluir pelo debate de ideias, pela troca de informações e é fundamental para que a imprensa seja eficaz, pois imprensa deve ser livre para mostrar ao povo os vários lados que tem uma situação para que cada um possa assumir o seu posicionamento. Seria impossível num país não democrático uma investigação da dimensão da Operação Lava Jato, que vem mostrando para a toda sociedade brasileira um esquema gigantesco de corrupção que já é considerado o maior roubo da história da humanidade. Seria impossível num país sem democracia, usar as redes sociais para manifestar a nossa indignação ao que vemos hoje no Brasil. Nestas eleições temos a chance de eleger o novo candidato.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Leia a Edição do mês - Outubro 2019