Cristalina

Contato: (61) 3612-4622 / 9 8529-6967 

  • Facebook ícone social
  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram

Valor pago pelo programa Goiás na Frente não atingiu nem metade do estipulado

25/11/2018

Apenas 32% dos convênios foram pagos pelo governo de Goiás.

 

Lançado em março de 2017, pelo ex-governador Marconi Perillo (PSDB), o programa Goiás na frente, prometia um investimento de R$ 6,19 bilhões em obras de vários municípios goianos até o fim de 2018. No entanto, números divulgados pela Secretaria de Governo (Segov) e pelo Jornal O Popular mostram que apenas 32% dos convênios firmados entre o governo e as cidades goianas foi pago.

 

O governador José Eliton (PSDB) tinha pedido aos municípios, que encerrassem o convênio com o governo, há três semanas. Os números foram divulgados na última quarta-feira (21/11) pela Segov e mostram que dos R$ 513,9 milhões firmados com prefeituras para obras através do programa, somente R$ 166,1 milhões foram pagos pelo Estado, com R$ 347,8 milhões a serem quitados.

 

Investimento do Goiás na Frente

 

O programa que iria investir R$ 6,19 bilhões de reais, em obras e outros setores da economia, para cidades do interior poderem crescer, desde o mês de março até agosto de 2018, investiu apenas R$ 1,9 bilhão de reais. Os dados foram divulgados no Portal da Transparência do Estado e levou em consideração a gestão fiscal do governo.

 

Em todo o Estado, pelo menos 224 cidade têm obras que contam com recursos vindo do governo Estadual. Há cerca de três semanas quando pediu o encerramento dos convênios, José Eliton, afirmou que o dinheiro é liberado, depois das prefeituras licitarem as obras.

 

Entretanto a recomendação do governador, foi para que as obras que ainda não foram iniciadas, tenham o convênio encerrado, mas as que já estão em construção, vão receber as parcelas do programa Goiás na Frente. Apesar da afirmação de José Eliton, prefeitos de vários municípios, estão apreensivos quanto a informação e temem que as parcelas das obras em andamento não sejam repassados pelo governo.

 

Em nota publicada no Jornal O Popular a Secretaria de Governo (SEGOV) afirmou que o pagamento das parcelas do Goiás na Frente, estão sendo pagas de acordo com o fluxo de caixa do Tesouro Estadual. A nota, informa que os pagamentos seguem um cronograma de acordo com à prestação de contas do município para que o recurso seja liberado pelo governo.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Leia a Edição do mês - Outubro 2019