Cristalina

Contato: (61) 3612-4622 / 9 8529-6967 

  • Facebook ícone social
  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram

Em Goiânia, Rodrigo Maia diz que Reforma da Previdência fará ‘justiça social’

O deputado defendeu que o ajuste fiscal deve começar com as reformas da Previdência e Tributária, para que haja justiça social

   Rodrigo Maia e Ronaldo Caiado, no Palácio das Esmeraldas, em Goiânia (Foto: Bárbara Zaiden, do Mais Goiás)

 

O deputado federal e atual presidente da Câmara de Deputados, Rodrigo Maia (DEM), esteve em Goiânia neste sábado (5), em reunião com o governador Ronaldo Caiado (DEM). Em coletiva de imprensa, ele disse que a prioridade é a Reforma da Previdência, seguida da Tributária. O carioca concorre à reeleição para a Presidência da Câmara.

“São reformas que possam fazer justiça social para a população brasileira. Hoje, o sistema previdenciário brasileiro é o de maior transferência do mundo, mas não é do mais rico pro mais pobre. O mais pobre financia o mais rico. Por isso, a Reforma tem um viés social”, disse à imprensa.

O presidente ainda afirma que, atualmente, quem se beneficia do Sistema Previdenciário são os que ganham mais e se aposentam com 60 anos. E que 70% dos trabalhadores do sistema ganham apenas um salário mínimo e se aposentam com cerca de 65. “Nós temos que reformar o sistema para que os que ganham R$ 25, R$ 30 mil, possam dar a contribuição para que o sistema seja estável e financiável. Eles vão trabalhar por mais tempo”,  completa.

À imprensa, Maia também enfatizou a desproporcionalidade entre a renda e o pagamento de impostos pelos brasileiros, o que justificaria a Reforma Tributária. “Hoje quem paga mais impostos são, proporcionalmente, os mais pobres, em detrimento dos mais ricos”, disse.

 

Disputa

 

Rodrigo Maia citou a importância do estado para a economia brasileira, principalmente por meio do agronegócio. Ele é do mesmo partido de Caiado, o Democratas. E chegou a dizer que Goiás era um dos últimos estados que estavam na agenda de campanha. O motivo seria um respeito mútuo entre ele e o goiano João Campos (PRB). Com a possibilidade da retirada da candidatura de Campos à eleição, ele resolveu fazer uma visita ao governador recém-empossado.

Após o almoço com Caiado, Maia conheceu o Palácio das Esmeraldas, onde concedeu a coletiva de imprensa, e a Praça Cívica. “Eu pensei que fosse uma praça mais movimentada. Mas é mais fechada, né”, comentou. Caiado apresentou a ele um painel, que fica no Palácio, e mostra parte da história de Goiânia. O governador ainda explicou que a Praça Cívica é um círculo, no Centro da cidade, para onde convergem as principais avenidas.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Leia a Edição do mês - Outubro 2019