Contato: (61) 3612-4622 / 9 8529-6967 

Cristalina

PORTAL CORREIO  

Prefeitura de Formosa é alvo de operação do Ministério Público de Goiás

A operação visa apurar a prática de possíveis desvios de recursos  em processo de licitação em contratos de 2017 e 2018

                            Foto MP

 

A Prefeitura de Formosa, município do entorno do Distrito Federal, foi alvo na tarde desta terça-feira (12/2) de uma operação do Ministério Público de Goiás (MP-GO) para apurar a prática de possíveis desvios de recursos  em processo de licitação em contratos de 2017 e 2018.

 

A operação, batizada de Operação Gaugamela, partiu de iniciativa da 5ª Promotoria de Formosa, com atribuição na defesa do patrimônio público, e foi comandada pelo promotor Douglas Chegury. Ela tem o objetivo de cumprir nove mandados de busca na prefeitura daquele município e em endereços residenciais.

 

São alvo da operação o ex-secretário de Obras do município, Jorge Saad Neto; o ex-secretário municipal de Finanças, Luís Gustavo Nunes de Araújo; o empresário André Luiz Gontijo de Souza, proprietário da empresa Multi-X, além das secretarias de Obras, Finanças, Administração, Controle Interno, Licitação e Gestão de Contratos.

 

A operação conta com a participação dos promotores Fernanda Balbinot e Caroline Ianhez, também de Formosa, Frederico Machado, de Posse, e Bernardo Frayha, de Campos Belos, além de apoio da Polícia Militar. De acordo com o MP-GO, a medida visa instruir inquéritos civis instaurados com a finalidade de apurar a prática de possíveis desvios de recursos em processos de licitação e contratos administrativos nos anos de 2017 e 2018.

 

Investigações do MP-GO revelaram esquema de desvio de recursos públicos na Prefeitura de Formosa

 

As investigações cíveis conduzidas pela 5ª Promotoria de Formosa revelaram esquema de desvio de dinheiro do município em benefício de agentes públicos e particulares. Esses desvios foram verificados, sobretudo, em contratos de pavimentação asfáltica, que deveriam ter sido realizados pela empresa Multi-X. Os mandados judiciais de busca foram cumpridos na prefeitura (seis) e em endereços dos investigados (três).

 

Por meio de nota, o prefeito de Formosa disse que está à disposição para esclarecimento dos fatos

 

A Prefeitura de Formosa divulgou uma nota em sua página oficial no Facebook, onde disse que a gestão municipal “está à disposição para que todos os fatos sejam esclarecidos e averiguados”.

Confira abaixo:

 

“NOTA DE ESCLARECIMENTO

Na manhã desta terça-feira, dia 12 de fevereiro, a Prefeitura Municipal recebeu o Ministério Público. O governo municipal está à disposição para que todos os fatos sejam esclarecidos e averiguados. Avisamos a população que o prédio ficará fechado no decorrer do dia para resguardar o trabalho do Ministério Público.”

Via: MP-GO 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload