Cristalina

Contato: (61) 3612-4622 / 9 8529-6967 

  • Facebook ícone social
  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram

Governador Ibaneis Rocha fiscaliza obras em Vicente Pires

Gabinete de Gestão de Crise instalado para atuar em intervenções emergenciais completou uma semana com pistas niveladas, buracos tapados e preparo para pavimentação

 

O governador Ibaneis Rocha fiscalizou as obras em andamento em Vicente Pires, no sábado (11)/ Fotos: Renato Alves / Agência Brasília

 

O governador Ibaneis Rocha esteve em Vicente Pires neste sábado (11) para fiscalizar as obras em andamento na cidade. O chefe do Executivo do Distrito Federal projetou a entrega de 80% das intervenções definitivas de infraestrutura na região até o fim do ano, minguando o sofrimento da população em períodos chuvosos. Em uma semana, o Gabinete de Gestão de Crise instalado para atuar em intervenções emergenciais entregou pistas niveladas, buracos tapados e preparo para pavimentação.

 

“Vicente Pires passou um período de muita tristeza, com muitas chuvas, alagamentos, muito prejuízo tanto para os moradores quanto aos comerciantes”, destacou o governador durante a visita. “Chegou a hora de o governo dar o retorno necessário, trazendo novamente a harmonia para a cidade, com obras, investimentos, para que se consolide de vez. Vamos trabalhar muito para que não passemos tanta dificuldade no próximo período de chuvas”.

 

Ibaneis percorreu a cidade e vistoriou as ações ao lado dos secretários de Obras, Izídio Santos; do Conselho Permanente de Políticas Públicas e Gestão Governamental, José Humberto Pires; de Cidades, Gustavo Aires; de Relações Institucionais, Vitor Paulo; e do administrador regional de Vicente Pires, Daniel de Castro. Uma semana após a instalação do Gabinete de Gestão de Crise na sede da administração regional local, a força-tarefa, composta por quase 20 secretarias, autarquias e estatais, contabilizou 400 quilômetros de roçagem, mais de 98 quilômetros de varrição, 90 toneladas de movimentação de aterro, 30 toneladas de lixo removido, 30 bocas de lobo desobstruídas, 14 quilômetros de pintura de meios-fios e 25 árvores podadas.

 

Diariamente, 72 equipamentos e quase 400 colaboradores estiveram pelas ruas. Ao todo, 231 toneladas de materiais foram utilizados para tapar buracos, 12,8 quilômetros de vias foram niveladas e compactadas, e 40 metros de pistas foram alargadas. Em uma semana, três equipes do Detran permaneceram na região e a Defesa Civil manteve duas tendas para orientar as ações. O DF Legal esteve em 117 estabelecimentos, realizando atividades de instrução.

 

O gabinete foi instalado na sexta-feira (3), após um episódio de chuva que castigou a cidade construída sem infraestrutura. A intenção é monitorar todas as ações necessárias para o bom andamento das obras emergenciais. O trabalho ocorre inclusive aos fins de semana, coordenado pelo subsecretário de Acompanhamento e Fiscalização de Obras, Marcelo Galimberti. Agora, os moradores conseguem trafegar pelas pistas, que começam a receber preparo para a pavimentação definitiva.

 

Força-tarefa

 

As obras definitivas em Vicente Pires contam com mais de 400 profissionais e 200 máquinas e 18 órgãos do GDF atuando em conjunto. Somente nos quatro primeiros meses do ano, o GDF investiu cerca de R$ 20 milhões em obras de drenagem na cidade. Os recursos ultrapassam o montante utilizado durante todo o ano de 2016 e mais da metade do aplicado em 2017.

 

“Esse tipo de obra, a céu aberto, não pode ser executado com rapidez em época de chuva”, explicou o secretário de Obras, Izídio Santos. “Agora que deu trégua, podemos acelerar. As ruas onde as empresas têm contrato já retomaram as atividades e estão trabalhando. Onde era necessária apenas manutenção, entramos para melhoramos a vida da população”.

A comunidade local tem participado ativamente do andamento das obras. A comunicação é facilitada por grupos de WhatsApp, com a presença de assessores do Governo do Distrito Federal. Mais de 3,5 mil moradores em 14 comunidades ativas têm trocado informações sobre os reparos, enviado sugestões e outras notificações.

 

Gestão de Crise

 

O Gabinete de Gestão de Crise é composto pelas pastas de Cidades, Comunicação, Relações Institucionais, Saúde, Meio Ambiente e o Conselho Permanente de Políticas Públicas e Gestão Governamental do DF (CPPGG/DF). Também participam do comitê a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), o Departamento de Estradas e Rodagem (DER), o Departamento de Trânsito (Detran), a Companhia Energética de Brasília (CEB), a Companhia de Abastecimento e Saneamento Básico (Caesb), Polícia Militar (PMDF), a Defesa Civil, a Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap), o DF Legal, o Serviço de Limpeza Urbana (SLU). Além disso, reeducandos vinculados à Subsecretaria do Sistema Penitenciário (Sesipe) participam do trabalho, atuando na promoção de melhorias.

 

 Você pode acompanhar as ações diárias realizadas pelo GDF em Ação no site da Agência Brasília.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Leia a Edição do mês - Outubro 2019