Cristalina

Contato: (61) 3612-4622 / 9 8529-6967 

  • Facebook ícone social
  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram

Delegacia Fiscal de Goianésia apreende mercadorias sem nota fiscal

 FOTO DE DIVULGAÇÃO

 

Dando sequência às ações para intensificar o combate à sonegação fiscal, equipes da Secretaria da Economia, desta vez da Delegacia Regional de Fiscalização de Goianésia, flagraram mercadorias como milho, sorgo, carnes e pneus sem nota fiscal. Somadas, as mercadorias sem nota ultrapassam R$ 400 mil, que é a base de cálculo para o ICMS. As ações foram realizadas pelo Comando Volante da Delegacia.

 

Entre milho e sorgo, foram mais de 100 toneladas de grãos, flagrados em veículos de carga, que seriam comercializados sem a emissão da nota fiscal, o que significa que não houve o recolhimento do imposto ao Estado. Os grãos foram avaliados em mais de R$ 44 mil e, entre ICMS e multa os proprietários terão que pagar mais de R$ 11 mil. As abordagens ocorreram na BR-414 no município de Padre Bernardo.

 

Em uma diligência, os fiscais detectaram a venda de 2.600 pneus de vários tamanhos sem nota fiscal, avaliados em R$ 350 mil, de uma empresa sob suspeita. “A ação ainda está em andamento devido ao valor dos pneus, que estão sendo tipificados e precificados, mas, os cálculos até agora estimam em quase R$ 120 mil o valor do ICMS e a multa”, destaca o delegado Regional de Fiscalização, Josimar Rodrigues Duarte.

 

Josimar ressalta também que, durante as atividades rotineiras desta terça-feira, dia 9, os fiscais flagraram quase duas toneladas de carne resfriada sem nota fiscal. De um total de R$ 18 mil em mercadorias, o proprietário terá que recolher mais de R$ 4.400.

As equipes que integram a fiscalização no trânsito são compostas por auditores fiscais, apoio fazendário e policiais do Batalhão Militar Fazendário.

 

Comunicação Setorial – Economia

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Leia a Edição do mês - Outubro 2019