Cristalina

Contato: (61) 3612-4622 / 9 8529-6967 

  • Facebook ícone social
  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram

Presidente do Ipasgo reafirma transparência e combate à corrupção

 Operação Morfina  não afeta funcionamento

 

O presidente do Instituto de Assistência dos Servidores Públicos do Estado de Goiás (Ipasgo), Silvio Fernandes, reafirmou o compromisso de sua gestão com a transparência pública e a eficiência na prestação de serviços em reunião geral com os colaboradores do órgão, que ocorreu na segunda-feira, dia 8. Durante o encontro, que reuniu mais 300 colaboradores, ele disse que o instituto passa por um período de revisão de atos e ações do passado, que não vão interferir no trabalho sério e na qualidade do atendimento aos usuários.

 

Silvio Fernandes disse que a Operação Morfina, deflagrada na segunda-feira, dia 1º de julho, pela Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Administração Pública (Decarp) e Superintendência de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (SCCCO), traz indícios de um esquema milionário de fraudes em operação há muitos anos dentro do instituto. No entanto, ele destacou que tais apurações não afetam o funcionamento diário do órgão, que continua atendendo com normalidade aos seus usuários.

 

O presidente do Ipasgo reforçou que a atual gestão apoia o trabalho de auditoria da Controladoria Geral do Estado (CGE) e de investigação da Secretaria de Segurança Pública do Estado de Goiás (SSP-GO) e espera que todos os fatos relativos a tais denúncias sejam adequadamente apurados e os responsáveis sejam devidamente punidos.

A nova gestão do Ipasgo defende e apoia toda medida de combate à corrupção por entender que tais irregularidades podem colocar em risco a sustentabilidade do plano e, consequentemente, o atendimento à saúde de milhares de cidadãos goianos. Aos colaboradores, Fernandes reiterou sua confiança no trabalho honesto e dedicado para recuperar e transformar o Ipasgo em uma referência na prestação de serviços de saúde para seus usuários em todo o Estado.

 

Ele recordou que, desde que assumiu a presidência do órgão no início deste ano, tem atuado em consonância com diretrizes de austeridade, moralização e profissionalização da administração pública, seguindo as regras estabelecidas pelo novo Governo de Goiás. O Ipasgo aderiu ao Compliance Público e vem implantando medidas contra atos de corrupção na instituição.

Comunicação Ipasgo

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Leia a Edição do mês - Outubro 2019