Contato: (61) 3612-4622 / 9 8529-6967 

Cristalina

PORTAL CORREIO  

PRF apreende sete quilos de crack em ônibus que ia de Goiânia para Fortaleza

30/07/2019

Passageira de 25 anos contou aos policiais federais que receberia R$ 3.500 pela entrega da encomenda, que deveria ser feita em Capim Grosso, na Bahia.

 

Thyélen Lorruama

30/07/2019, 09h16

Foto: Reprodução/PRF-DF

 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Distrito Federal apreendeu pouco mais de sete quilos de crack escondidos na bagagem de uma jovem em um ônibus de viagem na BR-060, próximo ao Recanto das Emas, no DF. O veículo havia saído de Goiânia com destino a Fortaleza. A mulher contou aos policiais federais que receberia R$ 3.500 pela entrega da encomenda.

 

De acordo com informações da corporação, a apreensão ocorreu na tarde desta segunda-feira (25/7), após abordagem de rotina. Ao iniciar a revista, os agentes, com ajuda de cães farejadores, encontraram uma bagagem que continha aproximadamente sete quilos de crack.

 

Foi constatado que a mala pertencia a uma passageira de 25 anos, que deveria entregar a encomenda em Capim Grosso, na Bahia. A jovem contou aos policiais que receberia cerca de R$ 3.500 pela entrega, mas que não sabia o que tinha dentro da bolsa. A droga foi apreendida e ocorrência foi encaminhada à Coordenação de Repressão às Drogas da Polícia Civil (CORD/PCDF).

 

Ação da PRF em ônibus de viagem na BR-153

 

Um colombiano de 56 anos foi preso na madrugada de domingo (28/7) para segunda-feira por praticar ato libidinoso e importunação sexual contra uma mulher dentro de um ônibus interestadual, na BR-153, em Porangatu, Goiás. A passageira fez a denúncia ainda dentro do veículo, depois de o colombiano ter, supostamente, ter tocado as partes íntimas dela.

 

Conforme o Inspetor Newton Moraes, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a vítima, de 32 anos, relatou à corporação que estava no ônibus interestadual por volta de 1h quando o passageiro sentado na poltrona do seu lado passou a mão em sua perna. Suspeitando que o ato pudesse ter sido um gesto involuntário de sono, a passageira, então, passou a observar.

 

O homem, que se tratava do colombiano posteriormente preso, colocou a mão entre as pernas dela, tentando tocar em suas partes íntimas. Neste instante a passageira o censurou, e disse que o denunciaria à PRF. Ela ligou no número de emergência 191 e denunciou o caso, momento em que os policiais de plantão na unidade de Porangatu pararam o ônibus que seguia de Palmas para Goiânia.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Leia a Edição do mês - Novembro 2019