Contato: (61) 3612-4622 / 9 8529-6967 

Cristalina

PORTAL CORREIO  

Vereador é preso ‘trabalhando’ com máquina da prefeitura em fazenda de Amado Batista

O fato ocorreu em Goianápolis

 Foto de Reprodução 

 

Um vereador da  cidade de Goianápolis  foi preso em flagrante nesta sexta-feira (nove agosto) suspeito  de usar uma máquina do município  para fazer uma obra em uma estrada dentro da fazenda do cantor Amado Batista. Segundo o delegado do caso, Rodrigo Arana, era o próprio parlamentar  que conduzia um trator esteira. O vereador não teve o nome divulgado pela polícia.

Rodrigo Arana informou que a prisão do vereador aconteceu após uma denúncia anônima feita ao Ministério Público de que o político estaria usando máquinas da prefeitura  em uma estrada particular dentro de uma fazenda do município:

“Um oficial de Justiça e dois agentes da polícia flagraram o vereador dirigindo o trator dentro da propriedade particular. Não era nem uma estrada vicinal, era mesmo dentro da fazenda. Quem deveria estar fazendo o trabalho de fiscalizador, estava em total desvio de função, executando a obra”.

O delegado disse ainda  que o vereador não apresentou nenhum documento que autorizasse o empréstimo da máquina, como uma ordem de serviço ou comprovação de contrapartida, por isso o político foi preso em flagrante pela suspeita de peculato-desvio, que é um crime cometido por agente público:

“Ele ficou em silêncio no momento do depoimento, mas os agentes conseguiram gravar no momento do flagrante ele imputando a responsabilidade à outra pessoa. Não vamos divulgar ainda o nome do vereador para não atrapalhar as investigações, até mesmo porque precisamos avaliar alguns documentos e ouvir outras pessoas”.

O delegado informou também  que vai verificar se  a propriedade está em nome de Amado Batista e, se confirmado, o cantor deverá ser ouvido nos próximos dias, assim como o gerente da propriedade e representantes da prefeitura.

O cantor Amado Batista não quis dar declarações à imprensa. Já o vereador seguia preso até o fechamento deste texto. Fonte O Canadense

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Leia a Edição do mês - Novembro 2019