Cristalina

Contato: (61) 3612-4622 / 9 8529-6967 

  • Facebook ícone social
  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram

Polícia descobre criatório clandestino de galos de rinha, em Senador Canedo

Entre os galos, vários tinham ferimentos e um já estava morto.

 

Foto PM

 

A Polícia Militar (PM) descobriu na noite do último sábado (17/8) no município de Senador Canedo, região metropolitana de Goiânia, um criatório clandestino de galos usados em rinhas, com quase uma centena de animais. Entre os galos de rinha, vários tinham ferimentos e um já estava morto.

De acordo com informações da PM, a descoberta foi feita por uma equipe do 27º BPM durante a averiguação de uma denúncia acerca de maus-tratos de animais e rinha de galo. O criatório clandestino foi encontrado na Rua do Candelabro, Sítio Vale das Brisas, em Senador Canedo.

Ainda conforme a PM, os policiais equipe realizaram contato com o proprietário do imóvel que franqueou a entrada. No local, foi constatado o crime. Aproximadamente 99 animais estavam em gaiolas sendo criados de forma ilegal para fins de rinha, vários com ferimentos e um morto.

Um total de nove pessoas que estavam no local promovendo a disputa entre os animais foram detidas e conduzidas ao DP de Senador Canedo.

 

Veja mais no Portal Dia Online

 

Veja o vídeo com imagens do criatório clandestino de galos de rinha, em Senador Canedo

Nas imagens de um vídeo feito e divulgado pela polícia, é possível ver vários galos em pequenas jaulas, sendo preparados para as chamadas rinhas.

Em Jataí, polícia resgatou 150 galos de rinha

 

Em julho deste ano, a Polícia Militar desarticulou uma rinha de galo que era realizada em uma fazenda de Jataí, região sudoeste de Goiás. Chamou a atenção dos policiais na ocasião a estrutura, que possuía uma grande arena para as brigas. Além de resgatar 150 aves, os agentes ainda aprenderam itens usados para deixar os animais mais fortes durante as lutas, como esporas e até mesmo anabolizantes.

A propriedade foi descoberta na noite de sexta-feira (12/7), após uma denúncia anônima. Cerca de 60 pessoas estavam no local. Algumas tentaram fugir correndo, mas acabaram sendo contidas.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Leia a Edição do mês - Outubro 2019