Cristalina

Contato: (61) 3612-4622 / 9 8529-6967 

  • Facebook ícone social
  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram

Polícia prende responsável por falsificação de cartões de crédito, em Goiânia

De acordo com informações da corporação, a prisão aconteceu durante a segunda fase da Operação Translatio, que visa desarticular grupos criminosos que têm se especializado em fraudes envolvendo veículos locados.

 

Foto: PCGO

 

A Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO), por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA), prendeu, na manhã desta terça-feira (27/8), um homem responsável pela falsificação de cartões de crédito, no Setor Oeste, em Goiânia.

De acordo com informações da corporação, a prisão aconteceu durante a segunda fase da Operação Translatio, que visa desarticular grupos criminosos que têm se especializado em fraudes envolvendo veículos locados.

Investigação

Segundo as investigações, Kenedy Miranda Domingos era responsável pela falsificação de cartões de crédito utilizados por diversas organizações criminosas em Goiás e no Distrito Federal. Estas eram responsáveis por aplicar golpes em desfavor de locadoras de veículos.

Os veículos locados em outros estados, com os cartões confeccionados por Kenedy, após o emprego de fraudes e documentos falsos, eram transferidos para terceiros e outros criminosos.

Após a ação criminosa, os veículos ficavam aparentemente regularizados.

No momento de sua prisão, o homem estava na posse de um veículo automotor com sinal identificador adulterado.

Veja o vídeo que mostra a ação dos policiais:

Além de prisão do responsável por falsificação de cartões de crédito, em primeira fase de operação, polícia prendeu outros três envolvidos com a mesma organização criminosa

A Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) deflagrou, na última semana, no dia 22 deste mês, uma operação que resultou na prisão de três homens, que participavam de fraudes de veículos locados em outros estados.

As prisões foram realizadas em Goiânia e também em Aparecida de Goiânia. O objetivo da ação foi desarticular o grupo criminoso que atuava com estelionato e falsificação de documentos públicos.

Foram apreendidos com em posse do grupo, veículos locados em outros estados. Estes, por meio de documentos falsos, eram repassados a outras pessoas. A partir disso, os carros pareciam estar regularizados. Pelo menos seis veículos foram transferidos de forma criminosa.

Três pessoas foram presas: Washington Batista Magalhães, Italo Jordi dos Santos Pireneus e Wanderson Campos Caetano, que estava escondido em uma casa, em Aparecida de Goiânia. Fonte: DiaOnline

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Leia a Edição do mês - Outubro 2019