Cristalina

Contato: (61) 3612-4622 / 9 8529-6967 

  • Facebook ícone social
  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram

Comunicado de venda de veículos em Goiás agora pode ser feito por app

Segundo o Detran Goiás, com a tecnologia, o serviço passar a ser mais ágil e seguro contra fraudes.

 

 Foto de Reprodução

 

comunicado de venda de veículos em Goiás agora pode ser feito por aplicativo, o Detran GO On. A novidade foi anunciada pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-GO) na última semana. Segundo o órgão, com a implementação tecnologia, o serviço passar a ser mais ágil e seguro contra fraudes.

A ferramenta digital já está disponível de forma gratuita nas lojas Google Play e Apple Store. “O usuário só precisa fazer o login na ferramenta e seguir as instruções. É intuitivo. Preparamos um algoritmo de inteligência artificial que faz o reconhecimento da documentação enviada, via aplicativo. Isso diminuirá o tempo de validação, além de dar mais segurança ao processo”, reforçou o gerente de Tecnologia do Detran-GO, Sergio Luiz Silva.

Comunicado de venda de veículos

É obrigação do ex-proprietário do veículo comunicar o Detran sobre a venda. A medida é prevista no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e ajuda a prevenir futuras complicações ao vendedor. Caso o comunicado não seja feito, quem passou o veículo adiante continua sendo o responsável pelos impostos, multas, taxas e até danos causados a terceiros. Por mês, conforme dados do Detran são realizados mais de 30 mil comunicados de venda em Goiás.

O procedimento é gratuito e pode ser feito em qualquer unidade do Vapt Vupt ou Ciretran, e agora também pelo aplicativo Detran GO ON. O interessado em fazer o Comunicado presencialmente deve procurar uma unidade de atendimento munido de documento de identificação e cópia autenticada do CRV, já preenchido e com firma reconhecida nas assinaturas do vendedor e do comprador.

Após o comunicado da venda feito pelo antigo dono do veículo, o novo proprietário tem prazo de 30 dias para fazer a transferência do veículo para seu nome, contados da data anotada no CRV. O artigo 233 do CTB deixa claro que deixar de fazer o registro é falta grave, com multa de R$ 195,23 e retenção do veículo. Só em 2018, foram aplicadas 55.091 multas por atraso na transferência. DiaOnllne

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Leia a Edição do mês - Outubro 2019