Cristalina

Contato: (61) 3612-4622 / 9 8529-6967 

  • Facebook ícone social
  • YouTube
  • Twitter
  • Instagram

Líder do Podemos prevê dias ainda piores no Brasil se medidas econômicas não forem tomadas urgentemente

José Nelto acredita que uma crise pode afetar o País se não houver distribuição das riquezas

 

 FOTO DA REDE SOCIAIS

 

“A revolta que está acontecendo na América do Sul vai chegar ao Brasil, mais cedo ou mais tarde. Primeiro porque não temos uma política econômica de distribuição de renda; segundo porque o ministro da economia, Paulo Guedes, não envia ao Congresso Nacional a reforma econômica e o Congresso não aprova o pacote anticrime; e em terceiro, porque o STF quer acabar com a prisão em segunda instância”, explica o deputado federal, líder do Podemos na Câmara.

As manifestações no Chile, por exemplo, começaram após o anúncio do Governo sobre o aumento das passagens do metrô. Mesmo depois de o presidente Sebastián Piñera ter cancelado o aumento, os protestos continuaram.

O Chile é um país reconhecido por ter bons indicadores de governança, mas possui uma grande desigualdade social. Os manifestantes reclamam do alto custo de vida, dos baixos salários e aposentadorias, além do sistema de saúde e educação não ser acessível a todos. 

“Chegou a hora do pacto da verdade entre o poder público, o legislativo, o executivo e o judiciário junto à população. A sociedade não suporta mais tantas mentiras. A classe política precisa dar uma resposta sincera e honesta ao povo, sem ficar esperando uma convulsão social”, disse o deputado federal.

José Nelto faz uma comparação com a atual situação do Brasil, já que o acesso à saúde e educação de qualidade também é restrito.

“O povo chileno cansou. E é isso que eu vejo que vai acontecer no Brasil. A população vai voltar com muita fúria para as ruas. É um alerta que faço à classe política e ao judiciário. As pautas que temos e que aprovamos no Congresso Nacional são de resultados a longo prazo. Os brasileiros querem e precisam de resultados imediatos que influenciem positivamente na qualidade de vida, na segurança social e jurídica, bem como no desenvolvimento econômico”, explica o parlamentar.

Para Nelto, o Congresso Nacional e/ou Governo Federal precisam taxar os lucros e os dividendos, afim de distribuir renda. “É isso que o povo brasileiro espera e precisa, e se não acontecer, a nação brasileira se revoltará. O alerta que faço é que não será uma revolta como a de 2013, 2014 do governo Dilma. Será muito mais forte, com reações mais incisivas”, afirma.

Até agora, segundo o deputado federal, os brasileiros não tiveram boas notícias. “Nada aconteceu de bom para o povo brasileiro. A distribuição de renda por exemplo, está cada vez mais distante de acontecer, os aluguéis estão extremamente caros, o salário mínimo sem um reajuste real para o ano seguinte, mais de 12 milhões de desempregados... O que está acontecendo na América Latina chegará ao Brasil. Dias piores vão chegar ao nosso país e a culpa é da classe política, do judiciário e do executivo”, completa o líder do Podemos na Câmara Federal.  Izadora Resende /  
Assessora de imprensa

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Leia a Edição do mês - Outubro 2019