Contato: (61) 3612-4622 / 9 8529-6967 

Cristalina

PORTAL CORREIO  

Homem é preso por comercializar agrotóxicos ilegais em Goiatuba

Na ocasião, foram apreendidos aproximadamente 86 quilos da substância ilegal.

 Foto / PMGO

A Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) prendeu um homem acusado de comercializar agrotóxicos em Goiatuba.

Na ocasião, foram apreendidos aproximadamente 86 quilos da substância ilegal. Também foram localizados cerca 15 quilos de “cal branco” utilizado na mistura com o produto, duas máquinas seladoras, duas máquinas de costura, diversos sacos de nylon com capacidade para 20 quilos, diversas embalagens plásticas e uma balança de precisão.

De acordo com informações da Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO), na noite de ontem durante patrulhamento pelo Setor Gobato, em Goiatuba, a equipe da RP avistou um indivíduo em atitude suspeita próximo à Alameda dos Buritis.

Diante da situação, os policiais resolveram realizar a abordagem, porém as ordens da equipe não foram atendidas e o homem empreendeu fuga pulando os muros de diversas residências.

Os policiais de imediato solicitaram reforço e então realizaram o cerco na região. Com a autorização dos moradores, as equipes iniciaram as buscas.

Em uma das residências foram recepcionados por uma senhora, que franqueou a entrada para averiguação. No local foram encontrados os agrotóxicos.

Homem preso por comercializar agrotóxicos ilegais informou que comprou os produtos no Paraguai

De acordo com informações da Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO), durante as buscas pelo suspeito, que não foi localizado de imediato, os policiais encontraram em um dos quartos da casa vasto material semelhante a agrotóxico.

Questionada quanto à sua propriedade, a senhora informou pertencer ao seu filho. Momentos depois, o  proprietário dos agrotóxicos ilegais compareceu a residência e informou ter adquirido o material no Paraguai há cerca de um mês.

Ele ainda confessou que seu objetivo era comercializar agrotóxicos nas fazendas da região de Goiatuba. Este seria utilizado como veneno para o controle de pragas em lavouras.

Ao todo foram apreendidos aproximadamente 86 quilos da substância ilegal. Foram localizados também cerca 15 quilos de “cal branco”, 2 máquinas seladoras, 2 máquinas de costura, diversos sacos de nylon com capacidade para 20 quilos, diversas embalagens plásticas e uma balança de precisão.

Com isso os policiais conduziram o homem ao Hospital Municipal de Goiatuba para a lavratura do relatório médico e o apresentaram na Superintendência Regional de Polícia Federal em Goiânia. Dia Online

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload