Goiás ultrapassa a marca de 400 casos confirmados de coronavírus

20/04/2020

Estado de Goiás contabiliza 403 casos confirmados de coronavírus, como também já soma 19 óbitos pela doença. Também existem 6.699 casos em investigação

Foto: Agência Brasil

 

Os casos confirmados do novo coronavírus (covid-19) no Estado de Goiás aumentaram para 403, nesta segunda-feira (20/4), segundo boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO). No último domingo (19/4), eram 393 casos confirmados. Ou seja, houve um aumento de 10 casos confirmados em 24 horas.

Também aumentaram o número de óbitos confirmados: 19. Em Goiás, há 6.699 casos suspeitos em investigação. Outros 2.064 já foram descartados.

 

Os casos confirmados foram registrados nos municípios de:

  • Águas Lindas de Goiás (3);

  • Aloândia (1);

  • Anápolis (34);

  • Anhanguera (1);

  • Aparecida de Goiânia (12);

  • Aragoiânia (1);

  • Bela Vista de Goiás (1);

  • Bom Jesus de Goiás (1);

  • Caldas Novas (1);

  • Campestre (1);

  • Carmo do Rio Verde (1);

  • Catalão (1);

  • Ceres (2);

  • Cidade Ocidental (4);

  • Faina (1);

  • Formosa (4);

  • Goiandira (1);

  • Goianira (1);

  • Goianésia (24);

  • Goiânia (230);

  • Goiatuba (1);

  • Guapó (1);

  • Inhumas (1);

  • Itaguaru (2);

  • Itumbiara (8);

  • Jataí (4);

  • Luziânia (10);

  • Montividiu (1);

  • Nerópolis (1);

  • Nova Glória (1);

  • Nova Veneza (1);

  • Paranaiguara (1);

  • Paraúna (1);

  • Pires do Rio (3);

  • Planaltina (1);

  • Professor Jamil (5);

  • Rialma (4);

  • Rio Verde (13);

  • Santo Antônio do Descoberto (1);

  • São Luís dos Montes Belos (2);

  • Senador Canedo (2);

  • Silvânia (1);

  • Trindade (5);

  • Valparaíso de Goiás (7) e;

  • Vianópolis (1).

Os 19 óbitos confirmados em Goiás são dos municípios de:

  • Aparecida de Goiânia (1);

  • Goiandira (1);

  • Goiânia (10);

  • Luziânia (2);

  • Paraúna (1);

  • Pires do Rio (1);

  • Professor Jamil (1);

  • Rio Verde (1) e;

  • Valparaíso de Goiás (1).

Por fim, existe, 21 casos confirmados internados. Destes, 6 estão em unidades públicas da rede estadual e 15 na rede privada. Há ainda 49 casos suspeitos e em investigação que encontram-se internados.

 

Novo decreto estadual flexibiliza comércio em meio ao coronavírus

 

Com o novo decreto publicado pelo Governo de Goiás, no último domingo (19/4), algumas atividades comerciais passaram a integrar o grupo de atividades essenciais no estado.

 

Além disso, a flexibilização liberou alguns comércios como:

  • atividades comerciais e de prestação de serviço mediante entrega e drive thru;

  • atividades de lava a jatos e lavanderias;

  • salões de beleza e barbearias;

  • e também empresas de vistoria veicular.

Apesar disso, continua proibida qualquer atividade que resulte em aglomeração de pessoas. 

No entanto, para funcionamento, os estabelecimentos devem cumprir algumas regras, como:

  • impedir o acesso aos seus estabelecimentos de funcionários, consumidores e usuários que não estejam utilizando máscaras de proteção facial;

  • disponibilizar álcool gel para higienização das mãos;

  • garantir a distância mínima de dois metros entre os funcionários e etc.

Por fim, o novo decreto também dá autonomia aos Municípios goianos, que poderão sob sua responsabilidade sanitária, impor restrições adicionais ou flexibilizar as existentes para a abertura de atividades econômicas, sociais ou particulares. Ou seja, as Prefeituras podem decidir por fechar ou abrir novos estabelecimentos, desde que observadas as orientações das autoridades em Saúde. fonte:DiaOnline

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Edição do mês - Versão impressa 

Contato: (61) 3612-4622 / 9 8529-6967 

Cristalina

PORTAL CORREIO