Sem casos confirmados, Cristalina registra morte de agricultor por covid-19

08/05/2020

Paciente deu entrada em isolamento na UPA no dia 4 de maio, com sintomas respiratórios graves; exame confirmou a doença. Ele morreu nesta madrugada (7/5), a caminho do HCamp de Goiânia.

Foto: Reprodução

 

Um agricultor de 63 anos morreu vítima da covid-19, em Cristalina, no Entorno do Distrito Federal, na madrugada desta quinta-feira (7/5). Até a data, a cidade não tinha nenhum caso confirmado da doença. Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), informou que o paciente deu entrada em isolamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no dia 4 de maio, com sintomas respiratórios graves.

Na ocasião, foi coletado o material para exame, por conta da suspeita de covid-19. O resultado positivo, confirmado por exame laboratorial, foi liberado nesta quarta-feira (6/5). O agricultor morreu na madrugada, durante remoção para o Hospital de Referência em Goiânia.

Ainda não se sabe onde o paciente teria se infectado com o novo coronavírus. A cidade tem três casos suspeitos da doença em investigação. Uma outra morte também é apurada.

Prefeitura de Cristalina monitora familiares e contatos de agricultor vítima da covid-19

A Prefeitura de Cristalina esclarece que a Comissão já entrou em contato com todos os familiares e contactantes diretos do paciente. Todos já foram orientados e receberam todas as informações necessárias, como o cumprimento do isolamento domiciliar por 14 dias para avaliação.

Leia a nota na íntegra:

 

A Prefeitura Municipal de Cristalina, a Secretaria de Saúde e a Comissão de Enfrentamento ao Coronavírus, informam à população cristalinense, seguindo a linha de transparência que rege as ações de combate à Covid-19 que, infelizmente, paciente de 63 anos, com comorbidades, deu entrada em isolamento da UPA no dia 04 de maio, com sintomas respiratórios com gravidade, onde ficou internado. Foi coletado exame, devido à suspeita de Covid-19.

 

No dia de ontem, 06 de maio, recebemos pela noite a confirmação do exame laboratorial. Porém, o paciente apresentou um quadro de piora respiratória súbita, sendo necessário auxilio por respirador e, em seguida, indicada sua transferência para o Hospital de Campanha em Goiânia. Todavia, apesar de todos os esforços, a situação evoluiu com piora do quadro e, durante o transporte, o paciente evoluiu para óbito.

 

Informamos à população que a Comissão já entrou em contato com todos os familiares e contactantes diretos do paciente em questão, os quais necessitam de monitorização. Todos já foram orientados e receberam todas as informações necessárias, como o cumprimento do isolamento domiciliar por 14 dias para avaliação dos mesmos.

A investigação sobre o óbito será contínua e fatores relevantes sempre serão levados em consideração. Outras medidas, além do isolamento e monitorização, também estão sendo tomadas.

 

A Comissão reafirma a importância de cada cidadão evitar buscar possíveis responsáveis e, sim, ter a consciência da sua responsabilidade nesse momento em cooperar e seguir fielmente as orientações de segurança que estão sendo repassadas de forma exaustiva.

 

Apresentamos nossas mais sinceras condolências aos familiares e amigos, e externamos à equipe de profissionais que está atuando à frente do pronto atendimento, na UPA, nossa solidariedade e o mais puro sentimento de força e coragem, suplicando a Deus que lhes revigore a fé, para que sigam nesta missão de cuidar das nossas vidas em momento tão difícil para todos. DiaOnline

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Edição do mês - Versão impressa 

Contato: (61) 3612-4622 / 9 8529-6967 

Cristalina

PORTAL CORREIO