Servidor da Prefeitura de Goiânia é preso por suspeita de roubo, em Goianira

12/05/2020

Outras quatro pessoas também foram presas. No dia do flagrante, o grupo planejava roubar uma agência lotérica no setor Brazabrantes.

Foto: Reprodução/ G1

 

Um servidor da Prefeitura de Goiânia foi preso, na última quinta-feira (7/5), por suspeita de roubo, em Goianira, Região Metropolitana da capital. Além disso, outras quatro pessoas também foram presas durante a operação.

O flagrante aconteceu na quinta-feira (7/5), por policiais civis do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (GARRA), da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic). Os cinco presos são suspeitos de roubo majorado pelo concurso de agentes, tráfico e associação para o tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo de uso permitido.

 

Com o grupo foi apreendido um quilo de drogas ilícitas, sendo maconha, cocaína e crack; quatro pés de maconha; uma arma de fogo artesanal calibre .12; um simulacro de arma de fogo; uma motocicleta roubada com sinais identificadores adulterados; a quantia de R$ 220,00; e um aparelho celular roubado.

 

Como aconteceu a prisão do servidor da Prefeitura de Goiânia suspeito de roubo, em Goianira

 

Os policiais civis tomaram conhecimento de um roubo em um estabelecimento comercial, na noite da última quarta-feira (6/5), no Setor Linda Vista, em Goianira. Diante disso, começaram as diligências para apurar o ocorrido e identificar os suspeitos.

 

Na manhã da última quinta-feira (7/5), os policias se deslocaram até a GO-070, onde abordaram um homem com um quilo de drogas, sendo aproximadamente 600g de maconha e 400 de cocaína.

Durante a abordagem, o homem afirmou que haviam mais drogas em sua residência, onde também estava escondido um dos responsáveis pelo roubo ao comércio. De imediato, os policiais se deslocaram até o local, onde estavam os outros suspeitos.

 

Com eles foram encontrados quatro pés de maconha, uma arma de fogo artesanal, uma balança de precisão, porções de entorpecentes (crack) e um aparelho celular , que foi roubado de uma vítima durante o roubo no comércio. Um dos abordados confirmou ser o autor da ação criminosa investigada.

 

Durante a entrevista preliminar, descobriu-se que o coautor do roubo em investigação seria um servidor concursado da Prefeitura de Goiânia, que trabalha na Companhia de Urbanização de Goiânia  (COMURG). Com ele foi encontrado um simulacro e a motocicleta utilizada no crime.

 

Em busca na residência do suspeito, foi encontrado o simulacro de arma de fogo em uma das gavetas do guarda-roupas, bem como uma motocicleta Honda/Titan, cor vermelha, com sinais identificadores adulterados (placa de PVC e chassis e motor raspados).

 

Após perícia, os civis descobriram que a motocicleta havia sido roubada no último dia 2 de maio, no Jardim Liberdade, em Goiânia. Também foi apurado que o grupo planejava um roubo à casa lotérica de Brazabrantes, que ocorreria no dia da prisão em flagrante. DiaOnline

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Edição do mês - Versão impressa 

Contato: (61) 3612-4622 / 9 8529-6967 

Cristalina

PORTAL CORREIO